• banner_christian_dispoivel
  • banner_norma_telles_disponivel
  • banner_jair
  • banner_danilo
Home
Racismo e sindicalismo

 

racismo_e_sindicalismo

Racismo e sindicalismo: reconhecimento, redistribuição e ação política das centrais sindicais acerca do racismo no Brasil (1983-2002)
Jair Batista da Silva
Formato: 16x23 cm, 284 páginas
ISBN: 978-85-391-0865-7


Compre aqui

 

Debate tem como pilares centrais a Cultura e a Economia

Por Henrique Amorim

 

O livro de Jair Batista da Silva Racismo e Sindicalismo: reconhecimento, redistribuição e ação política das centrais sindicais acerca do racismo no Brasil (1983-2002) se insere em um debate, no âmbito das Ciências Sociais, que vem de longa data, mas que teve uma inflexão profunda nos anos 1970. Trata-se de um debate que tem como pilares centrais a Cultura e a Economia.

 

Demonstrando como o racismo no Brasil é reproduzido pelas centrais sindicais e como as suas ações políticas passaram a ser direcionadas pelo dilema reconhecimento versus redistribuição, Silva toma, como pano de fundo, a Cultura e a Economia não as considerando como esferas sociais separadas em seu nascimento, mas sim como expressões de relações sociais que são determinadas reciprocamente.

 

Mesmo que a temática Cultura versus Economia não seja explicitada no livro, Silva opera sua análise nessa frequência analítica. Seus argumentos não estão fundamentados na pressuposição da existência de instâncias ou esferas sociais, comum ao dilema reconhecimento versus redistribuição, mas pela problematização do que está dado pela realidade ela mesma. Ao fazer isso, Silva supera o esquema ideal-típico de esferas sociais e expõe criticamente as políticas de combate ao racismo no Brasil, sobretudo, aquelas veiculadas pela CUT e Força Sindical, mostrando em que medida tais centrais sindicais foram contaminadas por uma política de cunho identitário cultural e deixaram de lado suas políticas classistas.

 
^ Top ^