Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
          - -Annablume Literária
          - Crítica Contemporânea
          - Trabalho e Contemporaneidade
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Lacan e o feminismo : a diferença dos sexos
Lacan e o feminismo : a diferença dos sexos
De: R$ 80,00
  Por: R$ 64,00
Economia de R$ 16,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Memória e experiência de judeus de Higienópolis e arredores
Memória e experiência de judeus de Higienópolis e arredores
R$ 47,00
R$ 37,60
Veja mais novidades
A experiência da procura de trabalho
A experiência da procura de trabalho
Código do Produto: 14x21
De: R$ 61,00
Por: R$ 45,75
Economia de R$ 15,25
 

A experiência da procura de trabalho: interações, vivências e significados
Priscila Faria Vieira
14x21 cm, 284 páginas
ISBN 978-85-391-0423-9

O livro investiga a procura de trabalho por meio de instituições do mercado de intermediação. Para desenvolver a análise a autora assume que a busca de emprego não pode ser reduzida a um fenômeno econômico, baseado no cálculo racional, que une ofertantes e demandantes de vagas; nem pode ser tratada apenas como um indicador estratégico para caracterizar a situação de desemprego, como o faz uma certa sociologia. Ao contrário, o livro apresenta ao leitor que a busca de emprego é uma experiência social, moral e subjetiva e que, nesse sentido, é fundamental entender os processos de interação que se dão na situação em que ela transcorre, bem como a forma como ela é vivenciada no cotidiano pelos demandantes de trabalho. A análise se baseia em um estudo empírico de tipo qualitativo conduzido, entre 2005 e 2009, na região da Rua Barão de Itapetininga, no Centro de São Paulo, o principal espaço de concentração de agências de emprego da Região Metropolitana, ela mesma o maior mercado de intermediação no Brasil. Observação de tipo etnográfico, entrevistas com os agentes envolvidos na situação e análise de material documental foram as técnicas mobilizadas na análise.
 
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail