Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 2 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
          - -Annablume Literária
          - Crítica Contemporânea
          - Trabalho e Contemporaneidade
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Urbanismo e política no Brasil dos anos 1960
Urbanismo e política no Brasil dos anos 1960
De: R$ 80,00
  Por: R$ 64,00
Economia de R$ 16,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
A psicanálise em Israel: sobre as origens do movimento freudiano
A psicanálise em Israel: sobre as origens do movimento freudiano
R$ 95,00
R$ 76,00
Veja mais novidades
Mulheres na triagem, homens na prensa
Mulheres na triagem, homens na prensa
Código do Produto: 14x21
De: R$ 62,00
Por: R$ 34,50
Economia de R$ 27,50
 

Mulheres na triagem, homens na prensa: questões de gênero em cooperativas de catadores
Ioli Gewehr Wirth
Formato 14x21 cm, 222 páginas
ISBN 978-85-391-0507-6

A cadeia produtiva da reciclagem se estrutura sob o trabalho precário realizado por cooperativas, associações e catadores avulsos. A partir da coleta e triagem do material reciclável realizado por essas pessoas, majoritariamente mulheres, torna-se possível o retorno de diversos materiais ao ciclo produtivo. Se, atualmente, esses atores constituem o elo mais explorado dentro da cadeia, a sua organização protagonizada pelo Movimento Nacional dos Catadores de Material Reciclável (MNCR) demonstra capacidade de construção de respostas a essa situação. Dentro desse cenário, este livro aborda dois estudos de caso em cooperativas populares. A perspectiva analítica de gênero constitui o principal enfoque da pesquisa e permitiu observar uma divisão sexual do trabalho interna aos empreendimentos que se materializa na repartição das tarefas entre os sexos, nas diferentes formas de remuneração e nos cargos de representação. A maneira como cada empreendimento reproduz ou se contrapõe, em alguns momentos, à lógica estruturante da divisão sexual do trabalho evidencia as nuances e peculiaridades que a gestão democrática imprime no processo de diferenciação social por sexo.
 
Também compraram este produto
Clientes que compraram este produto, também compraram:
     O Brasil na América Latina   O Brasil na América Latina
     Ato de trabalhar: imagens e representações   Ato de trabalhar: imagens e representações
     Entre ovelha negra e meu guri: família, pobreza e delinqüência   Entre ovelha negra e meu guri: família, pobreza e delinqüência
     O trabalho na economia solidária: entre a precariedade e a emanc   O trabalho na economia solidária: entre a precariedade e a emanc
     Trabalho e ação sindical no Brasil contemporâneo   Trabalho e ação sindical no Brasil contemporâneo
 
Últimos Produtos Visitados
Viabilidade de conservação dos remanescentes de cerrado em SP
Viabilidade de conservação dos remanescentes de cerrado em SP
Reconstruindo Cajueiro Seco
Reconstruindo Cajueiro Seco
Parlamento dos invisíveis
Parlamento dos invisíveis
Reserva extrativista do Bairro Mandira
Reserva extrativista do Bairro Mandira
No fio da sutura
No fio da sutura
O universo das imagens técnicas
O universo das imagens técnicas
Valoração econômico ecológica: bases conceituais e metodológicas
Valoração econômico ecológica: bases conceituais e metodológicas
Arte, cultura e cidade: aspectos estético-políticos
Arte, cultura e cidade: aspectos estético-políticos
Memória e experiência de judeus de Higienópolis e arredores
Memória e experiência de judeus de Higienópolis e arredores
A escrita
A escrita
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail