Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
          - -Annablume Literária
          - Crítica Contemporânea
          - Trabalho e Contemporaneidade
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
A cidade de Goiás como patrimônio cultural mundial: descompassos
A cidade de Goiás como patrimônio cultural mundial: descompassos
De: R$ 70,00
  Por: R$ 70,00
Economia de R$ 0,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Psicanálise e teoria política contemporânea
Psicanálise e teoria política contemporânea
R$ 75,00
R$ 75,00
Veja mais novidades
Maurício de Lacerda e o liberalismo radical
Maurício de Lacerda e o liberalismo radical
Código do Produto: 14x21 cm
De: R$ 44,00
Por: R$ 44,00
Economia de R$ 0,00
 
Acessar a Cia. dos Livros

Maurício de Lacerda e o liberalismo radical
Marcia Teixeira de Souza
Formato 14x21 cm, 140 páginas
ISBN 978-85-391-0690-5

A publicação do trabalho de Márcia Teixeira de Souza vem preencher uma lacuna significativa nos estudos do pensamento político brasileiro da Primeira República (mesmo após anos da sua defesa como dissertação de mestrado), tanto pelo personagem ainda pouco conhecido que recupera, quanto pelo campo problemático que formula a partir dele. Sua análise da trajetória de Maurício de Lacerda problematiza as relações entre liberalismo e o modelo de representação política da Primeira República, e mostra que apesar de relativa marginalidade no cotidiano da política, a reflexão liberal foi decisiva não apenas no campo da política formal, mas também em movimentos paralelos a ele. A partir desse personagem, o livro lança luz, assim, sobre um período da nossa história politica em grande medida mal compreendido, como indica o estigma anacrônico de “República Velha” a ele ainda associado. E a revisão da Primeira República é certamente tema dos mais relevantes na agenda historiográfica contemporânea. (André Botelho)
 
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail