Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
          - -Annablume Literária
          - Crítica Contemporânea
          - Trabalho e Contemporaneidade
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
A cidade de Goiás como patrimônio cultural mundial: descompassos
A cidade de Goiás como patrimônio cultural mundial: descompassos
De: R$ 70,00
  Por: R$ 70,00
Economia de R$ 0,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Religião, diálogo e múltiplas pertenças
Religião, diálogo e múltiplas pertenças
R$ 40,00
R$ 40,00
Veja mais novidades
Gol de esquerda
Gol de esquerda
Código do Produto: 14x23
De: R$ 41,00
Por: R$ 41,00
Economia de R$ 0,00
 

Gol de esquerda
Ronny Someck
Formato 14x23 cm, 118 páginas
ISBN 978-85-391-0458-1

"Ronny Someck nasceu em 1951 na cidade de Bagdá, numa família judaica, ou seja, herdeira de um passado que remontaria ao século 6 antes da era comum, época do Primeiro Exílio, quando grupos israelitas foram deslocados para lá pelos conquistadores assírios da Terra de Israel. [...] É, hoje, um dos poetas israelenses mais traduzidos no mundo, tendo dois livros publicados no Egito. No total, até agora, ele foi traduzido para 37 idiomas, inclusive o português brasileiro. Publicou dez volumes de poemas, ganhou prêmios literários internacionais, e, em seu país, recebeu o importante Prêmio Iehudá Amihai de Poesia Hebraica. [...] o poeta escreve na língua dos profetas – mesclada ao cinema hollwyoodiano, mas dentro da cena israelense por onde transparece a epopeia da construção do Estado, as contradições dessa sociedade, as guerras, suas tensões, o anseio pela paz e pelo convívio não só com os vizinhos dos arredores israelenses, mas idem com os vizinhos de dentro, cristãos e muçulmanos com quem o poeta compartilha algumas tradições, sem contar o idioma falado pela família." (Moacir Amâncio)
 
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail