Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
A cidade de Goiás como patrimônio cultural mundial: descompassos
A cidade de Goiás como patrimônio cultural mundial: descompassos
De: R$ 70,00
  Por: R$ 56,00
Economia de R$ 14,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Estudos e ações transdisciplinares em Mudança Social e Participa
Estudos e ações transdisciplinares em Mudança Social e Participa
R$ 60,00
R$ 48,00
Veja mais novidades
Pescadores e roceiros: escravos e forros em Itaparica séc. XIX
Pescadores e roceiros: escravos e forros em Itaparica séc. XIX
Código do Produto: 16x23
De: R$ 72,00
Por: R$ 54,00
Economia de R$ 18,00
 
Acessar a Cia. dos Livros

Pescadores e roceiros: escravos e forros em Itaparica na segunda metade do século XIX (1860-88)
Wellington Castellucci Junior
Formato 16x23cm, 296 páginas
ISBN 978-85-7419-877-4

O autor enfoca a vida cotidiana de escravos e libertos nas últimas décadas de escravidão na maior ilha da baía de Todos os Santos. Com muita sutileza e rigor metodológico, Castellucci descreve detalhadamente os processos migratórios dos forros em direção a Itaparica e os seus modos de fixação no lugar. O livro também aborda o comportamento dos escravos, ansiosos por construírem sua liberdade. Neste particular, a obra apresenta dimensões inéditas das formas pelas quais os cativos lutaram para alcançar a alforria e como muitos deles passaram a viver após a emacipação.
Wellington Castellucci Jr. ainda incorpora ao estudo uma belíssima narrativa sobre a caça das baleias no período na baía e mostra a importância desta atividade econômica pouco estudada na Colônia e no Império.

Sumário sintetizado

Capítulo 1 Dos lugares de vivências
1.1. De donatária à denodada vila
1.2. Radiografia da escravidão
1.3. Libertos e andarilhos

Capítulo 2 O pequeno comércio local: quitandeiras, rendeiras e outros artistas
2.1. Arranjos de sobrevivência de escravos e forros
2.2. Moradia, resistência e solidariedade

Capítulo 3 Pescadores e roceiros
3.1. Escravos e rendeiros no trato das roças
3.2. Escassez de mão-de-obra e a microeconomia escravista

Capítulo 4 Pescadores e baleeiros
4.1. Uma antiga e lucrativa atividade econômica
4.2. Um espetáculo a céu aberto
4.3. A decadência das armações de baleia
4.4. A economia dos pobres: escravos e libertos

Capítulo 5 Alforrias: horizontes da liberdade e da autonomia
5.1 Atalhos para a liberdade
5.2 A terra como legado
5.3 A justiça: um velho campo de disputa

 
Também compraram este produto
Clientes que compraram este produto, também compraram:
     Perdigão Malheiro e a crise do sistema escravocrata e do império   Perdigão Malheiro e a crise do sistema escravocrata e do império
     Fios da Vida   Fios da Vida
     Corpos escravos, vontades livres: posse e família escrava   Corpos escravos, vontades livres: posse e família escrava
     Padrões das alforrias em um município cafeiro em expansão   Padrões das alforrias em um município cafeiro em expansão
     Manifestações neoclássicas no Vale do Paraíba   Manifestações neoclássicas no Vale do Paraíba
     Tempo, cidade e arquitetura (Arquiteses 1)   Tempo, cidade e arquitetura (Arquiteses 1)
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail