Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Estudos e ações transdisciplinares em Mudança Social e Participa
Estudos e ações transdisciplinares em Mudança Social e Participa
De: R$ 60,00
  Por: R$ 48,00
Economia de R$ 12,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Estudos e ações transdisciplinares em Mudança Social e Participa
Estudos e ações transdisciplinares em Mudança Social e Participa
R$ 60,00
R$ 48,00
Veja mais novidades
Um iluminismo português? A reforma da Univ. de Coimbra 1772
Um iluminismo português? A reforma da Univ. de Coimbra 1772
Código do Produto: 14x21
De: R$ 28,00
Por: R$ 21,00
Economia de R$ 7,00
 

Um iluminismo português? A reforma da Universidade de Coimbra (1772)
Flávio Rey de Carvalho
Formato 14x21cm, 136 páginas
ISBN 978-85-7419-889-7

A qualificação do movimento de idéias em Portugal, no século XVIII, é tema polêmico e controverso. O ambiente intelectual luso, em virtude de ter articulado as idéias modernas com a tradição católica, é comumente identificado, nas historiografias brasileira e portuguesa, como um caso à parte, principalmente quando comparado à conformação filosófico-científica da Europa. Em 1772, a Coroa portuguesa, na intenção de modernizar o país, empreendeu a reforma da Universidade de Coimbra, considerada um marco no processo de assimilação dos princípios iluministas em Portugal. Por meio da análise da reforma, especificamente da reformulação da Faculdade de Leis e da criação da Faculdade de Filosofia, examinou-se a natureza da sua proposta de ensino, comparando seus fundamentos com algumas concepções veiculadas em obras relevantes de filósofos franceses. Adota-se no livro uma noção plural de Iluminismo, pois o movimento intelectual em voga no Setecentos, longe de ter sido uniforme, apresentou diversas tendências. Assim, diante dos vários Iluminismos da Europa, sugere-se a existência de um Iluminismo português.

Sumário sintetizado

Apresentação Tereza Cristina Kirschner,

Prefácio Íris Kantor

Capítulo 1 Portugal e a Modernidade européia: algumas interpretações

Capítulo 2 O ensino universitário em Portugal e a reforma pombalina

Capítulo 3 A reforma da Faculdade de Leis

Capítulo 4 A criação da Faculdade de Filosofia

 
Também compraram este produto
Clientes que compraram este produto, também compraram:
     Paradigma do caos ou cidade da conversão? SP e Morgado de Mateus   Paradigma do caos ou cidade da conversão? SP e Morgado de Mateus
     Códigos e Práticas: processo urbano em Vila Rica 1702/48   Códigos e Práticas: processo urbano em Vila Rica 1702/48
     Institucionalização das ciências agrícolas e seu ensino no BR   Institucionalização das ciências agrícolas e seu ensino no BR
     O mundo das feras: moradores do sertão oeste de MG séc. XVIII   O mundo das feras: moradores do sertão oeste de MG séc. XVIII
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail