Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
A cidade de Goiás como patrimônio cultural mundial: descompassos
A cidade de Goiás como patrimônio cultural mundial: descompassos
De: R$ 70,00
  Por: R$ 56,00
Economia de R$ 14,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Planejamento urbano e regional no Brasil: as ideias, planos e co
Planejamento urbano e regional no Brasil: as ideias, planos e co
R$ 60,00
R$ 48,00
Veja mais novidades
Linguagens urbanas, memórias da cidade
Linguagens urbanas, memórias da cidade
Código do Produto: 16X23
De: R$ 52,00
Por: R$ 39,00
Economia de R$ 13,00
 

Linguagens urbanas, memórias da cidade – Vivências e imagens da Salvador de migrantes
Charles D’Almeida Santana
Formato 16x23cm, 212 páginas
ISBN: 978-85-391-0033-0

O presente livro baseia-se em um estudo cujo o suporte fundamental são depoimentos orais, quando trabalhadores objetivam essas vozes da cidade: linguagens e memórias orais que oportunizam, sobremaneira, reflexões acerca de uma Salvador de migrantes. Ainda que não contenham a totalidade das evidências estudadas, a fonte oral foi aquela que apresentou evidências de modo a permitir melhores avanços na interpretação histórica perseguida. São observados no livro hábitos e valores difíceis de serem surpreendidos fora da narrativa oral. Experiências históricas de trabalhadores baianos impossíveis de serem negligenciadas. Talvez um elemento perturbador na instabilidade equilibrada em salões acadêmicos, como se a palavra falada negasse a escrita e vice-versa, num simples jogo de voz x letra. Presenciamos no livro de Charles Santana, Salvador matizada pela diversidade, ainda que o ângulo privilegiado seja o de trabalhadores de roças do Recôncavo, notadamente aqueles que contribuíram através da concessão de entrevistas..

 
Também compraram este produto
Clientes que compraram este produto, também compraram:
     Tempo, cidade e arquitetura (Arquiteses 1)   Tempo, cidade e arquitetura (Arquiteses 1)
     Pescadores e roceiros: escravos e forros em Itaparica séc. XIX   Pescadores e roceiros: escravos e forros em Itaparica séc. XIX
     Manifestações neoclássicas no Vale do Paraíba   Manifestações neoclássicas no Vale do Paraíba
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail