Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Religião, diálogo e múltiplas pertenças
Religião, diálogo e múltiplas pertenças
De: R$ 40,00
  Por: R$ 32,00
Economia de R$ 8,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
A cidade de Goiás como patrimônio cultural mundial: descompassos
A cidade de Goiás como patrimônio cultural mundial: descompassos
R$ 70,00
R$ 56,00
Veja mais novidades
Uma descrição do humano no Leviathan de Hobbes
Uma descrição do humano no <em>Leviathan</em> de Hobbes
Código do Produto: 11,5x20cm
De: R$ 34,00
Por: R$ 25,50
Economia de R$ 8,50
 

Uma descrição do humano no Leviathan de Thomas Hobbes
Ismar Dias de Matos
Formato 11,5x20cm, 109 páginas
ISBN 978-85-7419-775-3

Ismar Matos faz uma descrição do homem no Leviathan para fundamentar a idéia de que Thomas Hobbes, partindo dos cânones da ciência materialista-mecanicista, construiu uma antropologia para dar sustentação à sua teoria política, objetivo maior do conjunto de sua obra.

Hobbes apresenta o homem como um ser ímpar no mundo - pois possui o poder de gerar a linguagem - que se torna arquiteto de si mesmo, capaz de criar um homem artificial (o Estado) para lhe garantir a segurança e a paz necessárias para o seu pleno desenvolvimento.
Assim, ao criar o Estado, o homem hobbesiano está arquitetando sua autoconstrução, tornando-se um construtor de sua própria humanidade.

Sumário sintetizado

Apresentação Mauro Tarcísio Machado Borges

Capítulo 1 A compreensão materialista do homem
O corpo como o primum ontologicum hobbesiano
Uma nova teoria do conhecimento

Capítulo 2 O homem como corpo que deseja e que fala
Um corpo movido pelas paixões
A linguagem como identificação do humano
A linguagem como instrumento político

Capítulo 3 O homem: artífice de sua própria humanidade
O estado de natureza e a guerra de todos contra todos
O medo: tentativa de descrição
O estado civil como epifania do homem

 
Também compraram este produto
Clientes que compraram este produto, também compraram:
     Ensaios sobre o tempo na Filosofia Antiga   Ensaios sobre o tempo na Filosofia Antiga
     Cinco ensaios sobre a antiguidade   Cinco ensaios sobre a antiguidade
     Cidadania e Paideia na Grécia Antiga   Cidadania e Paideia na Grécia Antiga
     Rousseau   Rousseau
     Marcuse: realidade e utopia   Marcuse: realidade e utopia
     Depois de Auschwitz: anti-semitismo em Theodor Adorno   Depois de Auschwitz: anti-semitismo em Theodor Adorno
 
Últimos Produtos Visitados
Abertura entre as nuvens: Infância, de Graciliano Ramos
Abertura entre as nuvens: Infância, de Graciliano Ramos
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail