Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
          - Archai
          - Artes Performativas e Filosofia
          - Atopos
          - Cidadania e Meio Ambiente
          - Classica Digitalia Brasil
          - Crítica Contemporânea
          - Filosofia e Linguagem
          - Geografia e Adjacências
          - História e Arqueologia em Movimento
          - Leituras do Corpo
          - Palavra e Conhecimento
          - Políticas da Multidão
          - Queer
          - Sentido e Significação
          - Trabalho e Contemporaneidade
          - Ato Psicanalítico
          - Estudos & Fontes
          - Olhares
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Parce(le)iros da Amazônia: fundamentos institucionais de uma eco
Parce(le)iros da Amazônia: fundamentos institucionais de uma eco
De: R$ 60,00
  Por: R$ 48,00
Economia de R$ 12,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Representações : imaginário e tecnologia
Representações : imaginário e tecnologia
R$ 65,00
R$ 52,00
Veja mais novidades
Misérias do presente, riqueza do possível
Misérias do presente, riqueza do possível<br
Código do Produto: 14x21
De: R$ 49,00
Por: R$ 36,75
Economia de R$ 12,25
 

Misérias do presente, riqueza do possível
André Gorz
Tradução de Ana Montóia
Formato 14x21cm, 162 páginas
ISBN: 85-7419-458-1

“É preciso aprender a discernir as possibilidades não cumpridas que dormitam nas dobras do presente. É preciso querer apropriar-se daquilo que se transforma. É preciso ousar romper com esta sociedade moribunda que não mais renascerá. É preciso ousar o Êxodo. É preciso nada esperar das soluções sintomáticas da “crise”, pois não há mais crise: um novo sistema instalou-se e este sistema abole maciçamente o “trabalho”. Restabelece as piores formas de dominação, de sujeição, de exploração, obrigando todos a lutarem contra todos em busca desse “trabalho” que o próprio sistema aboliu. Mas não cabe lastimar esta abolição: o que se deve repudiar é a pretensão de perpetuar como um dever, como norma, como fundamento insubstituível dos direitos e da dignidade de cada um este “trabalho” do qual o sistema abole as normas, a dignidade e o acesso. É preciso ousar o Êxodo da “sociedade do trabalho”: ela não existe mais e não será mais restabelecida. É preciso desejar a morte dessa sociedade que agoniza para que uma outra possa nascer de suas cinzas. É preciso aprender a enxergar, por detrás das resistências, das disfunções, dos impasses de que é feito o presente, os contornos dessa outra sociedade. É preciso que o “trabalho” perca sua centralidade na consciência, no pensamento, na imaginação de todos. É preciso aprender a vê-lo sob um outro olhar: não mais pensá-lo como algo que possuímos ou não possuímos, mas como algo que fazemos. Precisamos ousar e desejar recuperar a apropriação do trabalho.”

André Gorz

Sumário Sintetizado

Capítulo 1 Do estado social ao estado do capital
A grande recusa
O êxodo do capital
O fim do nacionalismo econômico
A mundialização tem costas largas
A reversível ditadura dos mercados financeiros
O milagre chinês

Capítulo 2 Últimos avatares do trabalho
Pós-fordismo
Uddevalla
A sujeição
Autonomia e venda de si
O trabalho que abole o trabalho
Metamosfoses do assalariamento
Somos todos precários

Capítulo 3 O trabalho desencantado
O mito do elo social
Geração X ou a revolução sem voz
Inversão dos valores, atraso do político
Socializar ou educar?

Capítulo 4 Sair da sociedade salarial
A multiatividade, uma questão de sociedade
Caminhos possíveis

Digressão 1: Comunidade ou sociedade?

Digressão 2: Alain Touraine ou o sujeito da crítica
 
Também compraram este produto
Clientes que compraram este produto, também compraram:
     Ecológica   Ecológica
     André Gorz: trabalho e política   André Gorz: trabalho e política
     O medo no trabalho e na vida social   O medo no trabalho e na vida social
     Trabalho imaterial: Marx e o debate contemporâneo   Trabalho imaterial: Marx e o debate contemporâneo
     Trabalho imaterial e produção cultural   Trabalho imaterial e produção cultural
     A sociologia de Talcott Parsons   A sociologia de Talcott Parsons
 
Últimos Produtos Visitados
O corpo em movimento: sistema Laban/Bartenieff e artes cênicas
O corpo em movimento: sistema Laban/Bartenieff e artes cênicas
Políticas socioambientais e participação
Políticas socioambientais e participação
A guerra dos pelados
A guerra dos pelados
Desfile na avenida, trabalho na escola de samba
Desfile na avenida, trabalho na escola de samba
Sociologia crítica no Brasil
Sociologia crítica no Brasil
Bases da formação territorial do Brasil
Bases da formação territorial do Brasil
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail