Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
          - Análise do Discurso e Semiótica
          - Antropologia
          - Arqueologia
          - Arquitetura
          - Artes Clássicas e na Antiguidade
          - Artes Contemporâneas
          - Ciência Política
          - Comunicação
          - Crítica Literária
          - Educação
          - Estudos de Corpo
          - Estudos de Gênero
          - Estudos de Religião
          - Filosofia
          - Filosofia Antiga
          - Geografia
          - História
          - História Antiga
          - Meio Ambiente
          - Psicanálise
          - Quadrinhos
          - Redes Digitais
          - Relações Internacionais
          - Sociologia
          - Sociologia do Trabalho
          - Urbanismo
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Parce(le)iros da Amazônia: fundamentos institucionais de uma eco
Parce(le)iros da Amazônia: fundamentos institucionais de uma eco
De: R$ 60,00
  Por: R$ 48,00
Economia de R$ 12,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Saul de Vilém Flusser: diálogo e subversão
Saul de Vilém Flusser: diálogo e subversão
R$ 50,00
R$ 40,00
Veja mais novidades
Duas rainhas, um príncipe e um eunuco : masculino e feminino nos
Duas rainhas, um príncipe e um eunuco : masculino e feminino nos
Código do Produto: 16x23cm
De: R$ 82,80
Por: R$ 82,80
Economia de R$ 0,00
 
Acessar a Cia. dos Livros

Duas rainhas, um príncipe e um eunuco : masculino e feminino nos estudos sobre a Bretanha Romana
Renato Pinto
Formato: 16x23 cm, 342 páginas
ISBN: 978-85-391-0744-5

Arqueologia Queer. Duas Rainhas, um Príncipe e um Eunuco aponta ao leitor brasileiro a importância desta nova disciplina, que busca marcas das diversidades sexuais nos vestígios materiais. Posicionando-se politicamente, delata a persistência da homofobia na arqueologia atual, motivo pelo qual seu estudo não se foca apenas em desvelar sexualidades pretéritas sob novos enfoques, mas, sobretudo, em analisar os discursos feitos sobre as evidências destas sexualidades. Ora, “des-homossexualizar” vestígios de homoafetividade é prática recorrente: assim, na tumba egípcia da 5ª dinastia, ca. 2400 a.C., em vez de um casal homossexual, os manicures Niankhkhnum e Khnumtohep são vistos como irmãos gêmeos; o possível casal lésbico interétnico (dáunio-samnítico), encontrado na tumba 607 de Lavello, Basilicata, sul da Itália, ca. 400-350 a.C., é apresentado como duas mulheres da mesma família ou grandes amigas.

As representações de Boudica, rainha icênia que enfrentou Nero, são escrutinadas pelo autor, levando-nos da Boudica antiga, de Tácito e Díon Cássio, à Boudica moderna, heroína nacional inglesa. Num crescendo arrebatador, Pinto, partindo da impactante notícia da ossada de Catterick, NorthYorkshire, séc. IV d.C., de um corpo masculino em atributos supostamente femininos – de um suposto gallus, sacerdote transexual da deusa Cíbele –migra do campo arqueológico à apropriação política por sites trangêneros e transexuais e pelo movimento LGBT. Discorrendo sobre o dito a respeito do “transvestitepriest”, o “cross-dressingeunuchpriest”, o “CrossusDressus”
(risos!), revela texto hábil e bem humorado, mas contundente ao desnudar as tramas políticas que envolvem a arqueologia da sexualidade.
Fábio Vergara Cerqueira (UFPel)
 
Também compraram este produto
Clientes que compraram este produto, também compraram:
     Cultura militar e de violência no mundo antigo   Cultura militar e de violência no mundo antigo
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail