Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
          - Análise do Discurso e Semiótica
          - Antropologia
          - Arqueologia
          - Arquitetura
          - Artes Clássicas e na Antiguidade
          - Artes Contemporâneas
          - Ciência Política
          - Comunicação
          - Crítica Literária
          - Educação
          - Estudos de Corpo
          - Estudos de Gênero
          - Estudos de Religião
          - Filosofia
          - Filosofia Antiga
          - Geografia
          - História
          - História Antiga
          - Meio Ambiente
          - Psicanálise
          - Quadrinhos
          - Redes Digitais
          - Relações Internacionais
          - Sociologia
          - Sociologia do Trabalho
          - Urbanismo
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Guia dos lugares difíceis de São Paulo
Guia dos lugares difíceis de São Paulo
De: R$ 60,00
  Por: R$ 60,00
Economia de R$ 0,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Saul de Vilém Flusser: diálogo e subversão
Saul de Vilém Flusser: diálogo e subversão
R$ 50,00
R$ 50,00
Veja mais novidades
Discurso político no folheto de cordel
Discurso político no folheto de cordel
Código do Produto: 16x23
De: R$ 61,00
Por: R$ 61,00
Economia de R$ 0,00
 

Discurso político no folheto de cordel
Claudia Rejanne Pinheiro Grangeiro
Formato 16x23 cm, 184 páginas
ISBN 978-85-391-0548-9

livro apresenta uma análise do discurso político no contexto da cidade de Juazeiro do Norte-CE, tomando como corpus os folhetos de cordel “Enganame que eu gosto” e “Engana-me que eu gosto 2”, de Abraão Batista, matéria de jornal, panfletos e cartas anônimas aos eleitores. Os dois polêmicos folhetos circularam nessa cidade por ocasião das eleições municipais do ano 2000. O primeiro deles foi proibido judicialmente de circular, por trazer imagem e dizeres considerados pela justiça ofensivos à figura feminina. Trazia também um discurso de “bestaferização” (demonização) da mulher e do comunismo. As análises são norteadas pelas teorias do discurso oriundas dos “diálogos e duelos” entre o grupo em torno de Michel Pêcheux e a Arqueologia do Saber de Michel Foucault.
 
Também compraram este produto
Clientes que compraram este produto, também compraram:
     Estudo dialógico-discursivo da canção popular brasileira   Estudo dialógico-discursivo da canção popular brasileira
 
Últimos Produtos Visitados
Mal-estar na maternidade: do infanticídio à função materna
Mal-estar na maternidade: do infanticídio à função materna
Os xerente: um enfoque etnoarqueológico
Os xerente: um enfoque etnoarqueológico
Vivendo em Lares Alheios: Filhos de criação e adoção em são paul
Vivendo em Lares Alheios: Filhos de criação e adoção em são paul
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail