Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 1 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Psicanálise e teoria política contemporânea
Psicanálise e teoria política contemporânea
De: R$ 75,00
  Por: R$ 75,00
Economia de R$ 0,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Urbanismo e política no Brasil dos anos 1960
Urbanismo e política no Brasil dos anos 1960
R$ 80,00
R$ 80,00
Veja mais novidades
Nouvelle Histoire e o tempo histórico: Febvre, Bloch e Braudel
Nouvelle Histoire e o tempo histórico: Febvre, Bloch e Braudel
Código do Produto: 14x21
De: R$ 47,00
Por: R$ 47,00
Economia de R$ 0,00
 

Nouvelle histoire e o tempo histórico: a contribuição de Febvre, Bloch e Braudel
José Carlos Reis
Formato 14x21cm, 196 páginas
ISBN 978-85-7419-861-3

“Se o tempo é matéria privilegiada do trabalho dos historiadores, não deixa de ser paradoxal constatar a escassez de estudos históricos produzidos no Brasil que deêm especial atenção às diferentes percepções do tempo na historiografia. Neste livro, a partir de um estudo minuciosamente elaborado, o professor José Carlos Reis persegue os inovadores caminhos trilhados pela famosa Escola dos Annales, desde seus inícios até o tournant critique dos anos 80. Destaca as rupturas conceituais produzidas pelos historiadores aí reunidos, que, em sua heterogeneidade, apontam para as múltiplas temporalidades constitutivas dos processos históricos”

Do prefácio de Margareth Rago

Sumário sintetizado

Apresentação Tempos sociais
Norberto Guarinello

Introdução
A influência da teologia e da filosofia sobre a história
O tempo histórico e as ciêcias sociais
O tempo histórico da Nouvelle Histoire
A heterogeneidade dos Annales


As perspectivas de Bloch e Febvre
Lucien Febvre
Marc Bloch

A perspectiva de Braudel: a “Dialética da Duração”
História e ciências sociais
Os combates e debates de Braudel
Ritmos da obra e do autor
A visão da história de Braudel e o presente franco-europeu

Braudel: continuidade ou descontinuidade?
Braudel e seus crítricos
Perspectivas pós-braudelianas
O tempo da história serial
O tempo da história estrutural
O retorno do evento-estruturado

Os limites do “Paradigma dos Annales”

Nouvelle Histoire e a evasão do tempo
O tempo como prisão: estratégias de evasão – afetiva, intelectual e filosófica
A inspiração dos Annales: a estratégia de “fuga do tempo” das ciências sociais
A “dialética da duração” como fuga do terror do século XX

 
Também compraram este produto
Clientes que compraram este produto, também compraram:
     Nem tudo era italiano: SP e pobreza (1890/1915) - 4a ed.   Nem tudo era italiano: SP e pobreza (1890/1915) - 4a ed.
     Magia e poder no Império Romano: a apologia de Apuleio   Magia e poder no Império Romano: a apologia de Apuleio
     Observações celestes no México Antigo   Observações celestes no México Antigo
     Simbologias de um poder   Simbologias de um poder
 
Últimos Produtos Visitados
O professor na construção do conceito de natureza
O professor na construção do conceito de natureza
Mulheres, tempos e trabalhos
Mulheres, tempos e trabalhos
Espiral terra: poéticas contemporâneas de língua portuguesa
Espiral terra: poéticas contemporâneas de língua portuguesa
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail