Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 1 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
          - Políticas da Multidão
          - Queer
          - Leituras do Corpo
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
A formação regional do Mucuri: o homem, o rio e a mata no nordes
A formação regional do Mucuri: o homem, o rio e a mata no nordes
De: R$ 80,00
  Por: R$ 64,00
Economia de R$ 16,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
A cidade de Goiás como patrimônio cultural mundial: descompassos
A cidade de Goiás como patrimônio cultural mundial: descompassos
R$ 70,00
R$ 56,00
Veja mais novidades
O corte da sexualidade: psiquiatria brasileira no séc. XIX
O corte da sexualidade: psiquiatria brasileira no séc. XIX
Código do Produto: 11,5x20
De: R$ 35,00
Por: R$ 26,25
Economia de R$ 8,75
 

DISPONÍVEL PARA VENDA NO SITE: 
http://www.ciadoslivros.com.br/corte-da-sexualidade-o-o-ponto-de-viragem-da-psiquiatria-brasileira-no-seculo-xix-742031-p620199

O corte da sexualidade: o ponto de viragem da psquiatria brasileira no século XIX
Renato Beluche
Formato 11,5x20m, 115 páginas
ISBN 978-85-7419-881-1

Durante o último quarto do século XIX, a psiquiatria brasileira estruturou seus discursos em torno da sexualidade. Ela tornou-se o principal elemento na classificação/criação das identidades “desviantes” após 1870, portanto no período de decadência do Império. A ascensão das chamadas “novas idéias” e as medidas abolicionistas fizeram emergir temores sobre a população negra – entendida como perigo social –, o que levou a uma nova forma de compreensão da sociedade brasileira e de seus “desvios”.
Neste livro, Renato Beluche mostra que este foi o contexto onde surgiram reflexões que utilizaram a sexualidade como uma estratégia de crítica da velha ordem, mas também de consolidação de uma nova, burguesa, que mantivesse hierarquias raciais e de gênero, de forma que, em nossa República, vigorasse a desejada ordem e, a partir dela, alcançássemos aquele grande mito do dezenove, o progresso.

Sumário sintetizado

Apresentação Richard Miskolci

Capítulo 1 Análise genealógica
Michel Foucalt e a genealogia
As identidades

Capítulo 2 O nascimento da medicina moderna no Brasil
A construção da ordem
O saber médico na primeira metade do século XIX
O espaço urbano

Capítulo 3 Psiquatria e sexualidade
Uma nova ciência nos trópicos
Da ruptura à continuidade: do crime ao criminoso
Os anormais ou degenerados

Capítulo 4: O corte da sexualidade
Pânicos morais
O “perigo negro”

Considerações finais Sexualidade, “raça” e nação
 
Também compraram este produto
Clientes que compraram este produto, também compraram:
     Leituras de Judith Butler   Leituras de Judith Butler
     Os dilemas do humano: reinventando o corpo, era (bio)tecnológica   Os dilemas do humano: reinventando o corpo, era (bio)tecnológica
     Montagens e desmontagens: travestis adolescentes   Montagens e desmontagens: travestis adolescentes
     Discursos fora da ordem: sexualidades, saberes e direitos   Discursos fora da ordem: sexualidades, saberes e direitos
     Música, estética de subjetivação   Música, estética de subjetivação
     William Shakespeare   William Shakespeare
 
Últimos Produtos Visitados
Drummond: um criador de palavras
Drummond: um criador de palavras
Performance como revolução dos afetos
Performance como revolução dos afetos
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail