Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Planejamento urbano e regional no Brasil: as ideias, planos e co
Planejamento urbano e regional no Brasil: as ideias, planos e co
De: R$ 60,00
  Por: R$ 48,00
Economia de R$ 12,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Saul de Vilém Flusser: diálogo e subversão
Saul de Vilém Flusser: diálogo e subversão
R$ 50,00
R$ 40,00
Veja mais novidades
Análise textual da história em quadrinhos
Análise textual da história em quadrinhos
Código do Produto: 21x27 cm
De: R$ 54,00
Por: R$ 40,50
Economia de R$ 13,50
 
Acessar a Cia. dos Livros

Análise textual da história em quadrinhos: uma abordagem semiótica da obra de Luiz Ge
Antonio Vicente Pietroforte e Luiz Ge
Formato 21x27 cm, 154 páginas
ISBN:978-85-7419-902-3

Análise textual da história em quadrinhos – uma abordagem semiótica da obra de Luiz Ge é composta por seis HQs, analisadas do ponto de vista da semiótica desenvolvida por A.J. Greimas e seus colaboradores – com ênfase nos trabalhos de F. Rastier, J.M. Floch e C. Zilberberg. Dentre os quadrinhos de Luiz Ge, foram selecionados: Eu quero ser uma locomotiva, Errare marcianum est, Quem matou o Papai Noel?, Tubarões voadores, O caçador de crocodilos e Borba Gata. Além de contribuir para os avanços da teoria semiótica, o livro vem ao encontro de preservar e valorizar a arte de um dos quadrinistas mais representativos do Brasil.

Sumário sintetizado

Capítulo 1 - A abordagem da semiótica da história em quadrinhos
1.1 Quem inventou a história em quadrinhos?
1.2 A semiótica e seu objeto de estudos
1.3 O percurso gerativo do sentido
1.4 O semi-simbolismo e a análise semiótica da história em quadrinhos
1.5 Os avanços teóricos da semiótica tensiva

Capítulo 2 - O fluxo discursivo
2.1 O fazer missivo
2.2 O fazer missivo e a geração do sentido
2.3 Os percursos temáticos e figurativos
2.4 A coerência figurativa

Capítulo 3 - O delírio figurativo
3.1 A articulação do fazer missivo e a manipulação do ponto de vista
3.2 O delírio figurativo
3.3 A destruição do objeto de valor

Capítulo 4 - A articulação da realidade
4.1 A construção de mitos e realidades
4.2 A articulação da realidade na história em quadrinhos
4.3 O mito enquanto linguagem
4.4 O fazer missivo e a construção de mitologias

Capítulo 5 - História em quadrinhos e música
5.1 O fazer missivo e a distribuição dos valores
5.2 O percurso figurativo e a articulação da realidade
5.3 Correlações semióticas entre o figurativo e o plástico
5.4 A abordagem musical da história em quadrinhos
5.5 A interpretação do texto

Capítulo 6 - História em quadrinhos e ópera
6.1 A enunciação e a semântica discursiva
6.2 O fazer missivo e a estratégia narrativa
6.3 O mito de Édipo e o mito da criação artística
6.4 A inserção do texto da HQ no texto da ópera

Capítulo 7 - História em quadrinhos e escultura
7.1 Os quadrinhos em três dimensões
7.2 O fazer missivo e a relação entre temas e figuras
7.3 As duas dimensões dos quadrinhos nas três dimensões do manequim
 
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail