Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Produzir casas ou construir cidades? Desafios para um novo Brasi
Produzir casas ou construir cidades? Desafios para um novo Brasi
De: R$ 88,00
  Por: R$ 88,00
Economia de R$ 0,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Produzir casas ou construir cidades? Desafios para um novo Brasi
Produzir casas ou construir cidades? Desafios para um novo Brasi
R$ 88,00
R$ 88,00
Veja mais novidades
Simbologias de um poder
Simbologias de um poder
Código do Produto: 16x23 cm
De: R$ 55,00
Por: R$ 55,00
Economia de R$ 0,00
 

Simbologias de um poder – Arte e Inquisição na Península Ibérica
Benair Alcaraz Fernandes Ribeiro
Formato 16x23 cm, 284 páginas
ISBN 978-85-391-0085-9

Ao percorrer a Península Ibérica visitando pessoalmente igrejas, conventos, claustros, museus e suas reservas técnicas, arquivos e bibliotecas, a historiadora Benair Alcaraz Fernandes Ribeiro analisou as imagens que formam seu corpus documental possibilitando uma nova abordagem para a História da Inquisição. A imagem como documento atinge a sensibilidade do leitor de forma mais intensa do que o documento escrito “permitindo que se perceba o mecanismo individual e social que o fez legível e eficaz” como afirma Pierre Francastel.

 
Também compraram este produto
Clientes que compraram este produto, também compraram:
     Observações celestes no México Antigo   Observações celestes no México Antigo
     Quem tem medo de teoria? Pós-modernismo na historiografia   Quem tem medo de teoria? Pós-modernismo na historiografia
     Nouvelle Histoire e o tempo histórico: Febvre, Bloch e Braudel   Nouvelle Histoire e o tempo histórico: Febvre, Bloch e Braudel
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail