Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Produzir casas ou construir cidades? Desafios para um novo Brasi
Produzir casas ou construir cidades? Desafios para um novo Brasi
De: R$ 88,00
  Por: R$ 88,00
Economia de R$ 0,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Ameaças à democracia = Amenazas a la democracia
Ameaças à democracia = Amenazas a la democracia
R$ 55,00
R$ 55,00
Veja mais novidades
Sujeitos de ficção no orkut
Sujeitos de ficção no orkut
Código do Produto: 14x21
De: R$ 30,00
Por: R$ 30,00
Economia de R$ 0,00
 

Sujeitos de ficção no orkut: por que um dia chamamos esse lugar de País das Maravilhas?
Zadoque Alves da Fonseca Filho
Formato 14x21 cm, 128 páginas
ISBN 978-85-391-0339-3

O leitor é convidado a acompanhar a madura Alice, do filme Alice no País das Maravilhas, de Tim Burton, baseado no livro homônimo de Lewis Caroll, por um passeio em um lugar chamado Orkut. O principal intuito é observar a rede de relacionamentos de um ponto de vista lúdico e estreitar os laços entre o discurso acadêmico na área de comunicação e o cotidiano compartilhado por todos nós na contemporaneidade. Não se trata de uma melancólica análise sobre um lugar tão distante quanto desatualizado, tampouco de uma análise sobre a personagem de Carroll. Seu interesse é atentar para os chamados perfis fakes, que ompuseram e compõem os milhões de membros da supracitada rede, em alusão a alguns romances oitocentistas, escritos por meio de cartas, concebidos por meio de estratégias semelhantes. Comparar a iluminista subjetividade dos indivíduos do século XVIII com a nossa, e dialogar com o Facebook e o Twitter, apresentando o caráter fictício de seus usuários, por fim, refletem o interesse em questões como o nonsense, o senso moral, o jogo, em um universo cujas regras nem sempre se mostram claras.
 
Também compraram este produto
Clientes que compraram este produto, também compraram:
     Discursos fora da ordem: sexualidades, saberes e direitos   Discursos fora da ordem: sexualidades, saberes e direitos
 
Últimos Produtos Visitados
E Canudos era a Vendéia
E Canudos era a Vendéia
Antônio Conselheiro: a fronteira entre civilização e barbárie
Antônio Conselheiro: a fronteira entre civilização e barbárie
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail