Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Lei Eloy chaves e previdência social no Brasil: uma análise soci
Lei Eloy chaves e previdência social no Brasil: uma análise soci
De: R$ 40,00
  Por: R$ 32,00
Economia de R$ 8,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Na música: Vilém Flusser
Na música: Vilém Flusser
R$ 46,00
R$ 36,80
Veja mais novidades
Artes do impossível: protestos no movimento antiglobalização
Artes do impossível: protestos no movimento antiglobalização
Código do Produto: 14x21
De: R$ 42,00
Por: R$ 31,50
Economia de R$ 10,50
 

Artes do impossível: protesto de rua no movimento antiglobalização
Julia Ruiz Di Giovanni
Formato 14x21 cm, 172 páginas
ISBN 978-85-391-0413-0

Este livro está estruturado a partir da análise de três manifestações de grande repercussão, fundamentais para o ciclo de protestos que ficou conhecido como movimento antiglobalização: a Batalha de Seattle (1999), o sítio à reunião anual do FMI e do Banco Mundial em Praga (2000), e as jornadas de protesto contra a cúpula do G8 em Gênova (2001). Na perspectiva detida própria do trabalho etnográfico, a autora recupera, a partir de situações concretas, relatos, textos de ativistas, artigos analíticos e notícias de jornal, figuras importantes da constituição deste movimento: a “coordenação da diversidade de táticas”, pela qual grupos criam alianças, diferenciam-se uns dos outros e produzem territórios de protesto; o chamado “problema da violência”, que expõe relações complexas entre a ação direta e a violência; e a “frivolidade tática”, teatralidade carnavalizante que muitas vezes zomba dos aspectos sisudos do próprio ativismo. Retomando esses diferentes artifícios em constante diálogo com autores da antropologia do ritual, da performance e do conflito, o livro apresenta as experiências do protesto de rua como formas de expressão, que questionam paradigmas e identidades políticas do movimento social em seu sentido tradicional, ao mesmo tempo em que afirmam a possibilidade de um “Movimento dos Movimentos”.
 
Também compraram este produto
Clientes que compraram este produto, também compraram:
     Insurgências poéticas   Insurgências poéticas
     Leituras de Judith Butler   Leituras de Judith Butler
     As reorientações da alma em Platão : a audição, a visão e a herm   As reorientações da alma em Platão : a audição, a visão e a herm
     Criatividade & outros fundamentalismos   Criatividade & outros fundamentalismos
     Amanhã vai ser maior: o levante da multidão no ano que não termi   Amanhã vai ser maior: o levante da multidão no ano que não termi
 
Últimos Produtos Visitados
Nem barbárie nem civilização! José Oiticica
Nem barbárie nem civilização! José Oiticica
Primeiras experiências com o racismo: crianças negras, práticas
Primeiras experiências com o racismo: crianças negras, práticas
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail