Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 8 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Produzir casas ou construir cidades? Desafios para um novo Brasi
Produzir casas ou construir cidades? Desafios para um novo Brasi
De: R$ 88,00
  Por: R$ 88,00
Economia de R$ 0,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
A linguagem se refletindo: introdução à poética de Mallarmé
A linguagem se refletindo: introdução à poética de Mallarmé
R$ 60,00
R$ 60,00
Veja mais novidades
Democracia x Regimes de pacificação
Democracia x Regimes de pacificação
Código do Produto: 16x23 cm
De: R$ 66,00
Por: R$ 66,00
Economia de R$ 0,00
 
Acessar Um LivroAcessar O Ateneum

Democracia x Regimes de pacificação: a insistente recusa do controle exercido em nome da segurança
Gerardo Silva e Leonora Corsini (Org.)
Formato 16x23 cm, 220 páginas
ISBN 978-85-391-0694-3

Cidade, política, juventude, educação, cultura e democracia compõem os temas desta coletânea que, junto com as problemáticas sociais e urbanas mais específicas das políticas de pacificação na cidade do Rio de Janeiro, deram origem a este livro.
O título Democracia x regimes de pacificação faz alusão a esse processo contraditório que resulta em vincular um regime de paz (democracia) a um regime de guerra (pacificação). Mesmo que a democracia constitucional se reserve o direito de intervir em circunstâncias excepcionais que supostamente ameaçam a ordem pública, quando o objetivo deixa de ser a recomposição dos direitos e garantias dos cidadãos para impor formas de controle social sobre a população, muitas vezes de maneira violenta e arbitrária, ultrapassa-se o limite do politicamente tolerável nessa circunstância. E o “estado de direito” se transforma em “estado de exceção”, isto é, em um estado que afirma sua soberania impondo restrições aos direitos e garantias estabelecidos constitucionalmente.
 
 
Últimos Produtos Visitados
A Rede da mobilidade a pé
A Rede da mobilidade a pé
Vilanova Artigas : projetos residenciais não construídos
Vilanova Artigas : projetos residenciais não construídos
Entre o encardido, o branco e o branquíssimo: branquitude, hiera
Entre o encardido, o branco e o branquíssimo: branquitude, hiera
Financeirização da política habitacional: limites e perspectivas
Financeirização da política habitacional: limites e perspectivas
Carta a D.: história de um amor
Carta a D.: história de um amor
Mulheres, violência e justiça no norte de Minas
Mulheres, violência e justiça no norte de Minas
Tempo, cidade e arquitetura (Arquiteses 1)
Tempo, cidade e arquitetura (Arquiteses 1)
Maurício de Lacerda e o liberalismo radical
Maurício de Lacerda e o liberalismo radical
Edifícios modernos e o traçado urbano no centro de São Paulo
Edifícios modernos e o traçado urbano no centro de São Paulo
O Brasil na América Latina
O Brasil na América Latina
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail