Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
          - -Annablume Literária
          - Crítica Contemporânea
          - Trabalho e Contemporaneidade
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Famílias, Trabalho e Migrações
Famílias, Trabalho e Migrações
De: R$ 62,10
  Por: R$ 49,68
Economia de R$ 12,42
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
A inteligência do mundo : sobre a cognição de processos globais
A inteligência do mundo : sobre a cognição de processos globais
R$ 45,00
R$ 36,00
Veja mais novidades
Racismo e sindicalismo: reconhecimento, redistribuição e ação po
Racismo e sindicalismo: reconhecimento, redistribuição e ação po
Código do Produto: 16x23 cm
De: R$ 73,80
Por: R$ 59,04
Economia de R$ 14,76
 
Acessar a Cia. dos Livros

Racismo e sindicalismo: reconhecimento, redistribuição e ação política das centrais sindicais acerca do racismo no Brasil (1983-2002)
Jair Batista da Silva
Formato: 16x23 cm, 284 páginas
ISBN: 978-85-391-0865-7

A experiência da escravidão marcou de forma indelével as sociedades modernas, ao passo mesmo em que a industrialização e o estabelecimento do capitalismo que lhe sucederam trouxeram, em seu rastro, um conjunto de condições de trabalho opressoras aos trabalhadores. Ao colocar em registros paralelos experiências de classe e de raça numa realidade compósita de instâncias que se articulam, esse trabalho carrega o mérito de ampliar e qualificar a compreensão que de suas análises resulta, assumindo as premissas de que essas são variáveis da opressão e da exploração, e de que o movimento sindical foi e é uma frente de luta política no combate à desigualdade racial e ao racismo no Brasil. O reconhecimento e o enfrentamento da interseccionalidade de classe e de raça como marcadores sociais da diferença e da desigualdade, como instâncias de dominação não dissociadas é um domínio aqui confrontado, ao colocar em evidência as relações entre tipos e condições de trabalho, qualificação e remuneração, por um lado, e racismo, preconceito e discriminação, por outro. O trabalho de Jair Batista da Silva integra um conjunto de estudos no âmbito das Ciências Sociais que se desenvolveram no Brasil, sobretudo a partir do final dos anos 90, que procuraram realizar articulações entre classe e raça, classe e gênero e classe, gênero e raça, evidenciando a amplitude do conceito de classe e, também, que essas articulações potencializam, significativamente, o entendimento de importantes aspectos sociais e políticos da realidade brasileira. Glaydson José da Silva Universidade Federal de São Paulo
 
 
Últimos Produtos Visitados
A construção de casos clínicos em psicanálise: método clínico e
A construção de casos clínicos em psicanálise: método clínico e
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail