Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
          - -Annablume Literária
          - Crítica Contemporânea
          - Trabalho e Contemporaneidade
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Lei Eloy chaves e previdência social no Brasil: uma análise soci
Lei Eloy chaves e previdência social no Brasil: uma análise soci
De: R$ 40,00
  Por: R$ 32,00
Economia de R$ 8,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
A lei da metamorfose: de Ovídio a Kafka
A lei da metamorfose: de Ovídio a Kafka
R$ 50,00
R$ 40,00
Veja mais novidades
Escravidão contemporânea e sociedade nacional: em um estado-naçã
Escravidão contemporânea e sociedade nacional: em um estado-naçã
Código do Produto: 16x23 cm
De: R$ 51,00
Por: R$ 40,80
Economia de R$ 10,20
 
Acessar a Cia. dos Livros

Escravidão contemporânea e sociedade nacional: em um estado-nação em construção
Roseane Barcellos Marques
Formato: 16x23 cm, 206 páginas
ISBN: 978-85-391-0927-2

O tema deste livro é o dessa dupla construção política – a construção de um estado-nação independente e a construção de uma sociedade que rejeite a desigualdade econômica e a desigualdade racial – tendo como foco a luta contra o trabalho escravo. A questão deste livro é saber em que medida está o Estado brasileiro capacitado para erradicar essa exploração radical que é o trabalho-escravo.

Em cada país ou estado-nação, o Estado é o instrumento por excelência de ação coletiva da nação. É através dele que uma sociedade nacional moderna busca alcançar os grandes objetivos políticos de segurança, bem-estar econômico, liberdade individual, justiça social e proteção do meio ambiente. Mas para que o Estado possa realizar essa tarefa ele precisa ser capaz, ou seja, ele precisa ser forte, legitimado politicamente pelo apoio de uma nação razoavelmente coesa. Nos 25 anos que se seguiram à transição democrática nós tivemos uma nação que era razoavelmente coesa, comprometida com a democracia, o desenvolvimento econômico e a diminuição das desigualdades. A Constituição de 1988 foi o resultado desse grande acordo de classes. A luta contra o trabalho escravo, que este livro conta, está inserida nesse projeto maior.

Do prefácio de Luiz Carlos Bresser-Pereira
Roseane Barcellos Marques, doutora em Administração Pública e Governo pela Fundação Getúlio Vargas/SP, é professora no Programa de Mestrado e Doutorado em Hospitalidade na Universidade Anhembi Morumbi. Participa do Grupo de Estudos Econômicos do Novo Desenvolvimentismo. Tem como linha de pesquisa: hospitalidade na competitividade em serviço (Anhembi Morumbi) e transformações do Estado e políticas públicas (FGV/SP).
 
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail