Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 12 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
          - -Annablume Literária
          - Crítica Contemporânea
          - Trabalho e Contemporaneidade
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Religião, diálogo e múltiplas pertenças
Religião, diálogo e múltiplas pertenças
De: R$ 40,00
  Por: R$ 40,00
Economia de R$ 0,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Psicanálise e teoria política contemporânea
Psicanálise e teoria política contemporânea
R$ 75,00
R$ 75,00
Veja mais novidades
Lei Eloy chaves e previdência social no Brasil: uma análise soci
Lei Eloy chaves e previdência social no Brasil: uma análise soci
Código do Produto: 16x23 cm
De: R$ 40,00
Por: R$ 40,00
Economia de R$ 0,00
 
Acessar a Cia. dos Livros

Lei Eloy chaves e previdência social no Brasil: uma análise sociológica
Fabiano Fernandes Segura
Formato: 16x23 cm, 158 páginas
ISBN: 978-85-391-0917-3

A Lei Eloy Chaves de 1923, que instituiu a caixa de aposentadorias e pensões dos ferroviários, foi editada em período conturbado da história nacional.

Em meio a crises políticas, sociais e econômicas, essa lei, que é considerada o marco inicial da previdência social brasileira, pode ser vista como excepcional para o período, porque se apresenta, pelos seus contornos jurídicos e motivações políticas, muito mais como uma norma dirigida a servir a uma categoria profissional específi ca e vital para a economia brasileira, do que uma legislação seminal de um sistema previdenciário a ser implantado no país.

Fabiano Segura analisa neste livro as razões da edição da lei para compreender as nuances que presidiram sua elaboração, envolvido todo o contexto histórico da época, a fi m de desmistificar seu caráter precursor na história dos direitos sociais do país.

FABIANO FERNANDES SEGURA, bacharel em Direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e mestre em Ciências Sociais pela Unesp- Araraquara, é Procurador Federal com atuação no contencioso previdenciário.
 
 
Últimos Produtos Visitados
Negatividade e ruptura: configurações da crítica de Robert Kurz
Negatividade e ruptura: configurações da crítica de Robert Kurz
A ortodoxia judaica e seus descontentes
A ortodoxia judaica e seus descontentes
Desfile na avenida, trabalho na escola de samba
Desfile na avenida, trabalho na escola de samba
Pentecostalismo e transformações na sociedade brasileira
Pentecostalismo e transformações na sociedade brasileira
O Brasil-Nação como ideologia
O Brasil-Nação como ideologia
Em busca do “novo”
Em busca do “novo”
Global e local: o pólo automobilístico de Gravataí
Global e local: o pólo automobilístico de Gravataí
Estudos e ações transdisciplinares em Mudança Social e Participa
Estudos e ações transdisciplinares em Mudança Social e Participa
Ligações perigosas: trabalho flexível e trabalho associado
Ligações perigosas: trabalho flexível e trabalho associado
Circular é preciso, viver não é preciso: hist. do trânsito em SP
Circular é preciso, viver não é preciso: hist. do trânsito em SP
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail