Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Cantinhos do céu
Cantinhos do céu
De: R$ 60,00
  Por: R$ 48,00
Economia de R$ 12,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
O feminismo é feminino? A inexistência da Mulher e a subversão d
O feminismo é feminino? A inexistência da Mulher e a subversão d
R$ 55,00
R$ 44,00
Veja mais novidades
A Rede da mobilidade a pé
A Rede da mobilidade a pé
Código do Produto: 16x23 cm
De: R$ 58,00
Por: R$ 46,40
Economia de R$ 11,60
 
Acessar a Cia. dos Livros

A Rede da mobilidade a pé
Meli Malatesta
Formato: 16 x 23 cm, 2324 páginas
ISBN: 978-85-391-0937-1

Somente a partir de uma mudança conceitual de paradigmas, é possível tratar a Mobilidade a Pé como um sistema que também trabalha com o conceito de fluxos, os fluxos a pé. Ou seja, quando esta visão descola o conceito da Mobilidade a Pé do enfoque que limita sua abordagem, a “Segurança de Trânsito”. Só assim torna-se claro o entendimento do conceito da rede de caminhada como matéria prima que alimenta todas as demais redes de mobilidade. E, por este motivo, a mais importante e prioritária.

Sob esta mudança, nascem políticas públicas capazes de desenvolver diretrizes gerais para o planejamento do desenho urbano, operação, e demais ações que envolvem a vida da cidade.

Neste livro, Meli Malatesta reúne os princípios que regem a caminhada no espaço urbano na sua forma utilitária e fruitiva. Também traz outras políticas públicas transversais e igualmente importantes como meio ambiente, saúde, segurança pública, educação e cidadania, contempladas quando se estuda a importância da Mobilidade a Pé para o futuro das cidades.

O abismo entre a realidade atual e a proposta de Meli Malatesta lança um grande desafio para todos que desejam condições mais equitativas no uso dos espaços urbanos.
Eduardo Alcântara de Vasconcellos

MELI MALATESTA (MARIA ERMELINA BROSCH MALATESTA), arquiteta e urbanista, é doutora pela FAUUSP. Trabalhou por 35 anos na CET – Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo – sempre dedicada à mobilidade ativa a pé e por bicicleta. Foi a idealizadora e a criadora da Comissão Técnica de Mobilidade a Pé e Acessibilidade da ANTP – Associação Nacional de Transporte Público. Mantem o Blog Pé de Igualdade e é professora e consultora de Mobilidade Ativa.

 
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail