Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
          - Análise do Discurso e Semiótica
          - Antropologia
          - Arqueologia
          - Arquitetura
          - Artes Clássicas e na Antiguidade
          - Artes Contemporâneas
          - Ciência Política
          - Comunicação
          - Crítica Literária
          - Educação
          - Estudos de Corpo
          - Estudos de Gênero
          - Estudos de Religião
          - Filosofia
          - Filosofia Antiga
          - Geografia
          - História
          - História Antiga
          - Meio Ambiente
          - Psicanálise
          - Quadrinhos
          - Redes Digitais
          - Relações Internacionais
          - Sociologia
          - Sociologia do Trabalho
          - Urbanismo
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Parce(le)iros da Amazônia: fundamentos institucionais de uma eco
Parce(le)iros da Amazônia: fundamentos institucionais de uma eco
De: R$ 60,00
  Por: R$ 48,00
Economia de R$ 12,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Parce(le)iros da Amazônia: fundamentos institucionais de uma eco
Parce(le)iros da Amazônia: fundamentos institucionais de uma eco
R$ 60,00
R$ 48,00
Veja mais novidades
Arquitetura e luto na obra de Adolf Loos
Arquitetura e luto na obra de Adolf Loos
Código do Produto: 16x23 cm
De: R$ 40,00
Por: R$ 32,00
Economia de R$ 8,00
 
Acessar a Cia. dos Livros

Arquitetura e luto na obra de Adolf Loos
Denis Joelsons
Formato: 16x23 cm, 148 páginas
ISBN: 978-85-391-0936-4

quem foi de fato esse arquiteto bissexto e escritor polêmico, autor do famoso texto ornamento e crime (1908)? ou ainda: quem foi esse apologeta do racionalismo que, no entanto, esteve mais próximo da vanguarda dadaísta do que das vanguardas construtivas?

com grande talento ensaístico, e revisando a vasta bibliografia internacional acerca dos trabalhos de loos, denis joelsons se lança à aventura intelectual de decifração desse alto personagem da modernidade [...].

como declara joelsons na conclusão do trabalho – que é, portanto, a seu modo, também uma introdução a ele –, seu interesse por adolf loos foi despertado inicialmente pela visita que fez a algumas de suas obras em praga e em viena. obras inquietantes, cujas espacialidades não fotogênicas logo lhe pareceram pedir atenção às suas particularidades, diferindo radicalmente das ideias de transparência e de continuidade espacial tão valorizadas no ensino e na prática de arquitetura aqui no brasil.
da apresentação de guilherme wisnik
 
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail