Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
A formação regional do Mucuri: o homem, o rio e a mata no nordes
A formação regional do Mucuri: o homem, o rio e a mata no nordes
De: R$ 80,00
  Por: R$ 80,00
Economia de R$ 0,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Psicanálise e teoria política contemporânea
Psicanálise e teoria política contemporânea
R$ 75,00
R$ 75,00
Veja mais novidades
Planejamento urbano e regional no Brasil: as ideias, planos e co
Planejamento urbano e regional no Brasil: as ideias, planos e co
Código do Produto: 16x23 cm
De: R$ 60,00
Por: R$ 60,00
Economia de R$ 0,00
 
Acessar a Cia. dos Livros

Planejamento urbano e regional no Brasil: as ideias, planos e contribuições de Lebret e da SAGMACS 
Lucas R. Cestaro
Formato: 16x23 cm, 272 páginas
ISBN: 978-85-391-0962-3

Na historiografia do urbanismo no Brasil os estudos mais recentes sobre as concepções e realizações do Pe. Lebret e da SAGMACS têm ampliado o conhecimento sobre esse ideário, suas práticas, influências e ressonâncias no planejamento urbano e regional brasileiro entre os anos 1940 e 1960, revelando suas múltiplas contribuições, especialmente na formação de uma geração de planejadores do território. 

Neste livro, elaborado a partir de sua tese de doutorado, Lucas Cestaro amplia e aprofunda o estudo desse ideário e de suas propostas urbanísticas e de planejamento territorial, das quais nos oferece um quadro panorâmico. Da sua formação marcada pelo urbanismo francês e pelo pensamento do Movimento Economia e Humanismo, à sua introdução e difusão no âmbito de uma cultura urbanística moderna que se afirmava em terras latino americanas, da vinda do Pe. Lebret em 1947 até sua expulsão, passando pela criação e atuação da SAGMACS, são vistos diversos estudos e propostas que introduzem um novo método de análise e interpretação do território, impregnado de uma visão humanista já marcadamente pluridisciplinar.

Para aqueles que querem melhor compreender a cultura urbanística que estava se construindo no Brasil no período estudado, e aquela que vai se difundir nas últimas décadas do século passado, trata-se de uma obra “estimulante e rica”, como assinala Maria Adélia de Souza, aluna de Lebret e estagiária da SAGMACS, em seu belo prefácio.

Carlos Roberto M. de Andrade São Carlos, novembro de 2018 
 
 
Últimos Produtos Visitados
Bases da formação territorial do Brasil
Bases da formação territorial do Brasil
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail