Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
          - Análise do Discurso e Semiótica
          - Antropologia
          - Arqueologia
          - Arquitetura
          - Artes Clássicas e na Antiguidade
          - Artes Contemporâneas
          - Ciência Política
          - Comunicação
          - Crítica Literária
          - Educação
          - Estudos de Corpo
          - Estudos de Gênero
          - Estudos de Religião
          - Filosofia
          - Filosofia Antiga
          - Geografia
          - História
          - História Antiga
          - Meio Ambiente
          - Psicanálise
          - Quadrinhos
          - Redes Digitais
          - Relações Internacionais
          - Sociologia
          - Sociologia do Trabalho
          - Urbanismo
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
A psicanálise em Israel: sobre as origens do movimento freudiano
A psicanálise em Israel: sobre as origens do movimento freudiano
De: R$ 95,00
  Por: R$ 95,00
Economia de R$ 0,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Religião, diálogo e múltiplas pertenças
Religião, diálogo e múltiplas pertenças
R$ 40,00
R$ 40,00
Veja mais novidades
Pela metade: a lei de drogas do Brasil
Pela metade: a lei de drogas do Brasil
Código do Produto: 16x23 cm
De: R$ 70,00
Por: R$ 70,00
Economia de R$ 0,00
 
Acessar a Cia. dos Livros

Pela metade: a lei de drogas do Brasil
Marcelo da Silveira Campos
Formato: 16x23 cm, 308 páginas
ISBN: 978-85-391-0978-4

Este livro aborda, de um modo específico, a atual política de drogas do Brasil, demonstrando as principais implicações do dispositivo médico criminal de drogas, a chamada Lei de Drogas (lei 11.343 de 2006), desde a sua formulação, no Congresso Nacional, até a sua aplicação no sistema de justiça criminal na Cidade de São Paulo, tendo como cenário o fenômeno da intensificação do encarceramento por tráfico de drogas no Brasil, sobretudo após o advento da nova lei no ano de 2006.

Com base num novo dispositivo dividido em duas metades (médico e criminal), Marcelo da Silveira Campos demonstra que há uma nova maneira de administração estatal da droga no Brasil, qual é a sua história e como ela desenvolveu novas práticas no interior do sistema de justiça criminal. A tese central, portanto, é que numa sociedade como a brasileira, na qual coexistem dentro da política criminal princípios universais de cidadania junto com princípios hierárquicos, o sistema de justiça criminal irá rejeitar a parte médica do dispositivo e, por conseguinte, privilegiar a pena aflitiva de prisão.
 
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail