Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 4 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Produzir casas ou construir cidades? Desafios para um novo Brasi
Produzir casas ou construir cidades? Desafios para um novo Brasi
De: R$ 88,00
  Por: R$ 88,00
Economia de R$ 0,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Produzir casas ou construir cidades? Desafios para um novo Brasi
Produzir casas ou construir cidades? Desafios para um novo Brasi
R$ 88,00
R$ 88,00
Veja mais novidades
Cidades dos vivos: arquitetura e atitudes nos cemitérios de SP
Cidades dos vivos: arquitetura e atitudes nos cemitérios de SP
Código do Produto: 16x23
De: R$ 79,00
Por: R$ 79,00
Economia de R$ 0,00
 
Acessar Um LivroAcessar O Ateneum

Cidades dos vivos: arquitetura e atitudes perante a morte nos cemitérios do estado de São Paulo
Renato Cymbalista
Formato 16x23cm, 208 páginas
ISBN: 85-7419-313-5

Apresentação Lilia Moritz Schwarcz

Neste livro, Renato Cymbalista parte do território dos cemitérios do estado de São Paulo, desenvolvendo algumas das intrigantes possibilidades que eles abrem. Recupera a história do fim dos sepultamentos nas igrejas, no século XIX, processo que significou a chegada de novos – e pretensamente civilizados – costumes fúnebres ao estado, e resultou na constituição dos cemitérios municipais no final desse século.

Em um amplo levantamento fotográfico, o autor investiga as inúmeras formas que os túmulos podem assumir nesses cemitérios desde sua criação até as últimas décadas do século XX, período durante o qual houve uma convergência de todas as classes sociais e grupos culturais no território do cemitério público.

O livro mostra também que, para além da normatização do culto aos mortos em padrões considerados "decentes", os cemitérios municipais acabaram por abrigar também a sobrevivência de modalidades antigas, baseadas em relações mágicas entre o mundo dos vivos e o além.
 
 
Últimos Produtos Visitados
Arte, cultura e cidade: aspectos estético-políticos
Arte, cultura e cidade: aspectos estético-políticos
Curitiba: do modelo à modelagem
Curitiba: do modelo à modelagem
Ma: Entre-Espaço da Arte e Comunicação no Japão
Ma: Entre-Espaço da Arte e Comunicação no Japão
Projeto como instrumento de diálogo
Projeto como instrumento de diálogo
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail