Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
          - Análise do Discurso e Semiótica
          - Antropologia
          - Arqueologia
          - Arquitetura
          - Artes Clássicas e na Antiguidade
          - Artes Contemporâneas
          - Ciência Política
          - Comunicação
          - Crítica Literária
          - Educação
          - Estudos de Corpo
          - Estudos de Gênero
          - Estudos de Religião
          - Filosofia
          - Filosofia Antiga
          - Geografia
          - História
          - História Antiga
          - Meio Ambiente
          - Psicanálise
          - Quadrinhos
          - Redes Digitais
          - Relações Internacionais
          - Sociologia
          - Sociologia do Trabalho
          - Urbanismo
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Configurações do desenvolvimento, trabalho e ação coletiva
Configurações do desenvolvimento, trabalho e ação coletiva
De: R$ 90,00
  Por: R$ 90,00
Economia de R$ 0,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Instituições de urbanismo no Brasil, 1930-1979
Instituições de urbanismo no Brasil, 1930-1979
R$ 70,00
R$ 70,00
Veja mais novidades
Combate à vontade de potência
Combate à vontade de potência
Código do Produto: 16x23cm
De: R$ 67,00
Por: R$ 67,00
Economia de R$ 0,00
 
Acessar Um LivroAcessar O Ateneum

Combate à vontade de potência
Marcelo Checchia
Formato: 16x23 cm, 291 páginas
ISBN: 978-85-391-0815-2

Se no palco do poder grassam, há eras, dois sólidos palanques o daquele que domina e o do que é dominado, também não é de hoje o fato de que a circulação dos que ali se inscrevem, em cena, permite que as suas posições não se revelem sempre as mesmas. No entanto, se é a vontade de potência (para si ou para o outro) que segue constituindo o rodízio desses papéis, pouco se sai de um jogo em que parece não restar enredo algum que não o de devorar ou ser devorado, querer tragar ou se ver tragado; pouco se desvia da ideia de que é no outro que se encontra o limite (a ser transposto ou fomentado) daquilo que, em nós, persevera no silêncio do potencial. Combater a vontade de potência é reconhecer espaços nos interstícios, por debaixo das máscaras, nos entredentes dessas engrenagens que a conjuntura, escamoteando, dá. Trata-se de um trabalho de busca, por outras vias, não de um giro em falso nessa roda desafortunada de uma violência contra o outro ou contra si, mas o entusiasmo de querer se haver com novos laços, novas lidas com a alteridade: um giro que desarma por aceitar-se desarmado; um giro em torno de outros e novos como  por inventar, por construir, por reconhecer ou despertar nas lacunas do presente.

Partindo do projeto do psicanalista Otto Gross com o escritor Franz Kafka, este livro coloca em debate, sob diferentes prismas – psicanálise, filosofia, sociologia antropologia e literatura –, essa paixão humana pela dominação e pela servidão e as possibilidades de combatê-la por meio desses giros que propiciem novas formas de laço.
 
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail