Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
A cidade de Goiás como patrimônio cultural mundial: descompassos
A cidade de Goiás como patrimônio cultural mundial: descompassos
De: R$ 70,00
  Por: R$ 56,00
Economia de R$ 14,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Saul de Vilém Flusser: diálogo e subversão
Saul de Vilém Flusser: diálogo e subversão
R$ 50,00
R$ 40,00
Veja mais novidades
Em nome das luzes: um desafio à religião
Em nome das luzes: um desafio à religião
Código do Produto: 14x21
De: R$ 64,00
Por: R$ 48,00
Economia de R$ 16,00
 

Em nome das luzes: um desafio à religião
Antonio Ruzza
Formato 14x21 cm, 324 páginas
ISBN 978-85-391-0355-3

O tema explorado por Ruzza neste livro consiste na relação entre fé religiosa e pensamento crítico iluminista francês. Se comparadas às britânicas e às alemãs, as Luzes francesas de Voltaire, Diderot, D’Holbach e até mesmo as de Rousseau, além de muitos filósofos menos conhecidos, são indubitavelmente mais radicais e engajadas, quando o assunto é religião. Isso pode ser explicado pela lei física da ação e reação, ou seja, em grande medida como um reflexo da própria radicalidade do ambiente político e social da França absolutista, no qual a nobreza e o clero eram unidos na defesa dos seus interesses e dos seus dogmas. Tanta intolerância e repressão só poderiam motivar o surgimento de um pensamento rebelde e militante, às vésperas da Revolução. Eis porque nas Luzes francesas a crítica religiosa não se limitou ao anticlericalismo, à refutação dos dogmas católicos e à proposta do deísmo, como em outros iluminismos do período. A união entre coroa e batina no Ancien Régime fecundou também, embora com menor expressão, o materialismo e o ateísmo.
 
Também compraram este produto
Clientes que compraram este produto, também compraram:
     Filosofia política no renascimento italiano   Filosofia política no renascimento italiano
     Platão: helenismo e diferença   Platão: helenismo e diferença
     Ensaios sobre o tempo na Filosofia Antiga   Ensaios sobre o tempo na Filosofia Antiga
     Platão - Michel Erler   Platão - Michel Erler
     O exercício da razão no mundo clássico   O exercício da razão no mundo clássico
 
Últimos Produtos Visitados
Ecoturismo indígena: território, sustentabilidade, multicultural
Ecoturismo indígena: território, sustentabilidade, multicultural
Compêndio da poesia tragicômica
Compêndio da poesia tragicômica
Digitalização, Diversidade e Cidadania
Digitalização, Diversidade e Cidadania
Nas trilhas da política ambiental: conflitos e agendas
Nas trilhas da política ambiental: conflitos e agendas
Nunca você sem mim: homicidas-suicidas nas relações conjugais
Nunca você sem mim: homicidas-suicidas nas relações conjugais
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail