Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
          - Políticas da Multidão
          - Queer
          - Leituras do Corpo
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Planejamento urbano e regional no Brasil: as ideias, planos e co
Planejamento urbano e regional no Brasil: as ideias, planos e co
De: R$ 60,00
  Por: R$ 48,00
Economia de R$ 12,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Urbanismo e política no Brasil dos anos 1960
Urbanismo e política no Brasil dos anos 1960
R$ 80,00
R$ 64,00
Veja mais novidades
O corte da sexualidade: psiquiatria brasileira no séc. XIX
O corte da sexualidade: psiquiatria brasileira no séc. XIX
Código do Produto: 11,5x20
De: R$ 35,00
Por: R$ 26,25
Economia de R$ 8,75
 

DISPONÍVEL PARA VENDA NO SITE: 
http://www.ciadoslivros.com.br/corte-da-sexualidade-o-o-ponto-de-viragem-da-psiquiatria-brasileira-no-seculo-xix-742031-p620199

O corte da sexualidade: o ponto de viragem da psquiatria brasileira no século XIX
Renato Beluche
Formato 11,5x20m, 115 páginas
ISBN 978-85-7419-881-1

Durante o último quarto do século XIX, a psiquiatria brasileira estruturou seus discursos em torno da sexualidade. Ela tornou-se o principal elemento na classificação/criação das identidades “desviantes” após 1870, portanto no período de decadência do Império. A ascensão das chamadas “novas idéias” e as medidas abolicionistas fizeram emergir temores sobre a população negra – entendida como perigo social –, o que levou a uma nova forma de compreensão da sociedade brasileira e de seus “desvios”.
Neste livro, Renato Beluche mostra que este foi o contexto onde surgiram reflexões que utilizaram a sexualidade como uma estratégia de crítica da velha ordem, mas também de consolidação de uma nova, burguesa, que mantivesse hierarquias raciais e de gênero, de forma que, em nossa República, vigorasse a desejada ordem e, a partir dela, alcançássemos aquele grande mito do dezenove, o progresso.

Sumário sintetizado

Apresentação Richard Miskolci

Capítulo 1 Análise genealógica
Michel Foucalt e a genealogia
As identidades

Capítulo 2 O nascimento da medicina moderna no Brasil
A construção da ordem
O saber médico na primeira metade do século XIX
O espaço urbano

Capítulo 3 Psiquatria e sexualidade
Uma nova ciência nos trópicos
Da ruptura à continuidade: do crime ao criminoso
Os anormais ou degenerados

Capítulo 4: O corte da sexualidade
Pânicos morais
O “perigo negro”

Considerações finais Sexualidade, “raça” e nação
 
Também compraram este produto
Clientes que compraram este produto, também compraram:
     Leituras de Judith Butler   Leituras de Judith Butler
     Os dilemas do humano: reinventando o corpo, era (bio)tecnológica   Os dilemas do humano: reinventando o corpo, era (bio)tecnológica
     Montagens e desmontagens: travestis adolescentes   Montagens e desmontagens: travestis adolescentes
     Discursos fora da ordem: sexualidades, saberes e direitos   Discursos fora da ordem: sexualidades, saberes e direitos
     Música, estética de subjetivação   Música, estética de subjetivação
     William Shakespeare   William Shakespeare
 
Últimos Produtos Visitados
Ser judeu
Ser judeu
Nem barbárie nem civilização! José Oiticica
Nem barbárie nem civilização! José Oiticica
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail