Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 1 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Princípio e início: a questão da humanidade em Hannah Arendt
Princípio e início: a questão da humanidade em Hannah Arendt
De: R$ 65,00
  Por: R$ 65,00
Economia de R$ 0,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Instituições de urbanismo no Brasil, 1930-1979
Instituições de urbanismo no Brasil, 1930-1979
R$ 70,00
R$ 70,00
Veja mais novidades
Vidas Paralelas: Alcibíades e Coriolano
Vidas Paralelas: Alcibíades e Coriolano
Código do Produto: 12X19cm
De: R$ 50,00
Por: R$ 50,00
Economia de R$ 0,00
 
Acessar Um LivroAcessar O Ateneum

Vidas Paralelas: Alcibíades e Coriolano
Plutarco - Tradução do grego, introdução e notas Maria do Céu Fialho e Nuno Simões Rodrigues
Formato 12X19cm, 208 páginas
ISBN: 978-85-646-0801-6

Nascido das mais ilustres famílias atenienses em 451 a. C., dotado de inteligência, beleza, capacidade de sedução e dotes oratórios, além de um sentido estratégico apurado, Alcibíades veio a morrer, fora da pátria e acossado por várias facções, em 404 a. C. Quanto ao enredo que dá forma à história de Coriolano, é supostamente passado em 493 a.C. Gaio Márcio é um general romano que se opõe às reformas que, em Roma, tentam favorecer a plebe. Márcio acaba por ser banido da sua própria cidade, para se aliar aos Volscos, povo inimigo da Urbe.
Ao pôr em paralelo o percurso biográfico de Alcibíades e de Coriolano, Plutarco escolheu duas figuras de contextos históricos não muito similares. Alcibíades pertence ao contexto de uma democracia em crise, numa Hélade em vésperas de se lançar na Guerra do Peloponeso. Coriolano pertence aos primórdios da República romana. Se a figura do primeiro tem contornos históricos nítidos, a do segundo debate-se entre a História e os contornos lendários.

 
Também compraram este produto
Clientes que compraram este produto, também compraram:
     A MUSA DIFUSA: VISÕES DA ORALIDADE NOS POEMAS HOMÉRICOS   A MUSA DIFUSA: VISÕES DA ORALIDADE NOS POEMAS HOMÉRICOS
     Contra Neera [Demóstenes]   Contra Neera [Demóstenes]
     Memoráveis   Memoráveis
     Vidas Paralelas - Péricles e Fábio Máximo   Vidas Paralelas - Péricles e Fábio Máximo
     O pitagorismo como categoria historiográfica   O pitagorismo como categoria historiográfica
     Pensar entre línguas: teoria da tradução de Vilém Flusser   Pensar entre línguas: teoria da tradução de Vilém Flusser
 
Últimos Produtos Visitados
Quem tem medo de teoria? Pós-modernismo na historiografia
Quem tem medo de teoria? Pós-modernismo na historiografia
Literatura da urgência: Lima Barreto no domínio da loucur
Literatura da urgência: Lima Barreto no domínio da loucur
O Brasil entra em campo: identidade nacional 1930/47
O Brasil entra em campo: identidade nacional 1930/47
O professor na construção do conceito de natureza
O professor na construção do conceito de natureza
O exercício da razão no mundo clássico
O exercício da razão no mundo clássico
Os efeitos de verdade em os sertões e abusado
Os efeitos de verdade em os sertões e abusado
História antiga e usos do passado
História antiga e usos do passado
Ciências sociais na gestão Mário de Andrade: contribuições de Sa
Ciências sociais na gestão Mário de Andrade: contribuições de Sa
Discursos fora da ordem: sexualidades, saberes e direitos
Discursos fora da ordem: sexualidades, saberes e direitos
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail