Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 29 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
          - -Annablume Literária
          - Crítica Contemporânea
          - Trabalho e Contemporaneidade
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Pensamento crítico latino-americano
Pensamento crítico latino-americano
De: R$ 85,00
  Por: R$ 85,00
Economia de R$ 0,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Religião e política:ideologias, articulações e estratégias da ba
Religião e política:ideologias, articulações e estratégias da ba
R$ 70,00
R$ 70,00
Veja mais novidades
Trabalho ocultado
Trabalho ocultado
Código do Produto: 14x21
De: R$ 36,00
Por: R$ 36,00
Economia de R$ 0,00
 

Trabalho ocultado: os carregadores e transportadores de bagagens da Roadway e da Estação Hidroviária de Manaus
Elenise Scherer
Formato 14x21 cm, 188 páginas
ISBN 978-85-391-0467-3

Para quem frequenta os portos à beira-rio da cidade de Manaus, não deve passar despercebido a figura daqueles homens que carregam malas, caixotes, sacos de cereais, caixas de pet, frutas regionais diversas, enfim, todo tipo de bagagens e de mercadorias. Lá estão eles movimentando-se nesse intermezzo entre o rio e o espaço urbano, num eterno vai e vem com muito peso e pesado, nos ombros, nas costas, nas cabeças, nos braços, acotovelando-se entre a multidão na praia, equilibrando-se nas escadas, nas pontes de madeira, às vezes deterioradas pelo tempo que ligam o muro de arrimo às balsas do porto da Manaus Moderna, nos ancoradouros do porto da Ceasa e do porto da Panair, ou no cais flutuantes do Roadway, aos barcos regionais nos tempos da enchente e da vazante dos rios. Esse movimento de ida e de vinda, portanto, o trabalho dos carregadores e transportadores de bagagens, curiosamente se modifica em face dos ritmos das águas do rio Negro nos tempos ecológicos na Amazônia.
 
Também compraram este produto
Clientes que compraram este produto, também compraram:
     Processo organizativo de assentamentos rurais   Processo organizativo de assentamentos rurais
     Ato de trabalhar: imagens e representações   Ato de trabalhar: imagens e representações
     Da luta pela terra à luta pela vida   Da luta pela terra à luta pela vida
 
Últimos Produtos Visitados
Nossos corpos também mudam: travesti e transexual na ciência
Nossos corpos também mudam: travesti e transexual na ciência
Empresariado e ambientalismo: análise da Gazeta Mercantil
Empresariado e ambientalismo: análise da Gazeta Mercantil
Cidadania e poder
Cidadania e poder
Reconstruindo Cajueiro Seco
Reconstruindo Cajueiro Seco
A luta pela terra entre o campo e a cidade
A luta pela terra entre o campo e a cidade
Cidades inteligentes e poéticas urbanas: imaginário: construir
Cidades inteligentes e poéticas urbanas: imaginário: construir
Desemprego, ruptura familiar e solidão
Desemprego, ruptura familiar e solidão
Philip Gunn: arquitetura, urbanismo e território
Philip Gunn: arquitetura, urbanismo e território
Nas trilhas da política ambiental: conflitos e agendas
Nas trilhas da política ambiental: conflitos e agendas
Rito e arquitetura
Rito e arquitetura
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail