Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
          - Cidadania e Meio Ambiente
          - Geografia e Adjacências
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Ensaios sobre o Latão
Ensaios sobre o Latão
De: R$ 61,50
  Por: R$ 49,20
Economia de R$ 12,30
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Na música: Vilém Flusser
Na música: Vilém Flusser
R$ 46,00
R$ 36,80
Veja mais novidades
A conservação do bioma cerrado
A conservação do bioma cerrado
Código do Produto: 14x21
De: R$ 62,00
Por: R$ 62,00
Economia de R$ 0,00
 
Acessar a Cia. dos Livros

A conservação do bioma cerrado: o direito ante a fragmentação de ciências e ecossistemas
Luciano J. Alvarenga
14x21 cm, 170 páginas
ISBN 978-85-391-0510-6

Neste livro, História, Fitogeografia, Ecologia, Direito e outros campos do saber se encontram para um debate, mediado pela Epistemologia Ambiental, sobre a conservação do bioma Cerrado. A partir de um diálogo interdisciplinar, identificam-se “desencontros” entre a configuração da legislação ambiental-florestal e as condições ecossistêmicas que devem ser resguardadas a priori para a preservação do multifacetado mosaico fitofisionômico do bioma, hoje seriamente ameaçado pela ação humana. Do ponto de vista teórico-metodológico, partilham-se procedimentos e resultados da aplicação, ainda incipiente no Brasil, do pensamento filosófico de Herman Dooyeweerd na análise de questões atinentes à proteção de sistemas ambientais. Para problematizar a devastação em curso no Cerrado e, como contraponto, estimular olhares e posturas sensíveis perante a riqueza e singularidade ecológica do bioma, examina-se o processo de ocupação da região da bacia do Rio Paracatu, localizada na porção Noroeste de Minas Gerais, no período 1964-2008.
Procura-se conduzir o leitor, enfim, a uma reflexão crítica, levando-o ao seguinte questionamento: em que medida a legislação florestal brasileira tem sido capaz de evitar ou, ao contrário, estimular a fragmentação de ecossistemas e a própria destruição do bioma Cerrado?
 
Também compraram este produto
Clientes que compraram este produto, também compraram:
     Para além dos domínios da mata   Para além dos domínios da mata
     Envase de água: mercantilizando a sede   Envase de água: mercantilizando a sede
     Dos pântanos à escassez: uso da água e conflito   Dos pântanos à escassez: uso da água e conflito
     Sistema internacional de hegemonia conservadora   Sistema internacional de hegemonia conservadora
     A pesquisa-ação na interface da saúde, educação e ambiente   A pesquisa-ação na interface da saúde, educação e ambiente
     Crítica da razão ambiental: pensamento e ação para a sustentabil   Crítica da razão ambiental: pensamento e ação para a sustentabil
 
Últimos Produtos Visitados
Teoria crítica no século XXI
Teoria crítica no século XXI
Desfile na avenida, trabalho na escola de samba
Desfile na avenida, trabalho na escola de samba
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail