Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Famílias, Trabalho e Migrações
Famílias, Trabalho e Migrações
De: R$ 62,10
  Por: R$ 49,68
Economia de R$ 12,42
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Uma nova paisagem urbana : Campinas dos anos 30 e 40
Uma nova paisagem urbana : Campinas dos anos 30 e 40
R$ 101,10
R$ 80,88
Veja mais novidades
Reinventando a cidade : uma etnografia das lutas simbólicas entr
Reinventando a cidade : uma etnografia das lutas simbólicas entr
Código do Produto: 16x23 cm
De: R$ 73,00
Por: R$ 73,00
Economia de R$ 0,00
 

Reinventando a cidade : uma etnografia das lutas simbólicas entre coletivos culturais video-ativistas nas “periferias”de São Paulo
Guilhermo André Aderaldo.
Formato: 16x23 cm, 278 páginas
ISBN: 978-85-391-0840-4

“Ei, São Paulo, onde estão as suas cores?”, questiona o filme Imagens Peri-féricas – e a pergunta ecoa nas páginas deste maravilhoso livro de Guilhermo Aderaldo. Sua minuciosa pesquisa nos apresenta os muitos tons, cores e vozes que fazem a cidade diversa. Com uma rara habilidade para ver, escutar e perceber, o autor percorre diferentes movimentos culturais urbanos em busca de uma periferia vivida, complexa e engajada.

“Reinventando a cidade” tem a qualidade da melhor tradição etnográfica. É um trabalho denso, feito com pessoas, falas, diários de campo, poesias, canções, fotografias e filmes, numa narrativa em busca da significação dos conceitos e motivações que circulam e se enfrentam nas interações sociais. Periferias, vozes, territórios e imagens: são múltiplas as cores da arte e do concreto da metrópole.

Guilhermo Aderaldo nos apresenta com rara lucidez o cenário dos coletivos culturais vídeo-ativistas paulistanos. Aprendemos com ele que as transformações sociais e políticas do Brasil passam pelas oportunidades de acesso às tecnologias comunicativas e pelo protagonismo criativo de populações historicamente marginalizadas. Para todos os interessados em compreender essas camadas menos visíveis da vida urbana contemporânea, minha recomendação: leiam este livro.

Karina Kuschnir
Instituto de Filosofia e Ciências Sociais (IFCS)
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
 
 
Últimos Produtos Visitados
Pragmatismo e idealismo sindical : legitimar ou legitimar-se fre
Pragmatismo e idealismo sindical : legitimar ou legitimar-se fre
A prática educativa e o estudo do meio
A prática educativa e o estudo do meio
Novos paradigmas, práticas sociais e desafios para a governança
Novos paradigmas, práticas sociais e desafios para a governança
Políticas socioambientais e participação
Políticas socioambientais e participação
Diálogos em ambiente e sociedade no Brasil
Diálogos em ambiente e sociedade no Brasil
O PARADIGMA DA CIÊNCIA PÓS-NORMAL
O PARADIGMA DA CIÊNCIA PÓS-NORMAL
A conservação do bioma cerrado
A conservação do bioma cerrado
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail