Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Produzir casas ou construir cidades? Desafios para um novo Brasi
Produzir casas ou construir cidades? Desafios para um novo Brasi
De: R$ 88,00
  Por: R$ 88,00
Economia de R$ 0,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Para compreender a Teoria do Agir Comunicativo, de Jürgen Haberm
Para compreender a Teoria do Agir Comunicativo, de Jürgen Haberm
R$ 45,00
R$ 45,00
Veja mais novidades
O ceticismo na obra de Machado de Assis
O ceticismo na obra de Machado de Assis
Código do Produto: 14x21
De: R$ 47,00
Por: R$ 47,00
Economia de R$ 0,00
 
Acessar Um LivroAcessar O Ateneum

O ceticismo na obra de Machado de Assis
José Raimundo Maia Neto
Formato 14x21cm, 198 páginas
ISBN 978-85-7419-739-5

A extensa fortuna crítica de Machado de Assis é pobre quando cuida do seu ceticismo: alguns acham que ele é bom apesar de ser cético e não porque é cético. Essa lacuna imperdoável é finalmente preenchida com o livro de José Raimundo Maia Neto, professor de Filosofia da UFMG, publicado antes em inglês como Machado de Assis: the Brazilian Phyrronian, e só agora editado em português como O ceticismo de Machado de Assis. Maia Neto é o primeiro a qualificar o ceticismo não como um aspecto mas como o fundamento da ficção machadiana. Os protagonistas dessa ficção são promovidos à condição de autores que se sentem escapando de si mesmos. A condição de autor-em-dúvida os põe no lugar de observador que não interfere nem pontifica, suspendendo o juízo tanto do personagem quanto do leitor. Para tratar desse estranhamento-de-si promovido pelo Bruxo do Cosme Velho, é necessária uma terapia da razão dogmática como a que só o ceticismo machadiano pode desenvolver e Maia Neto pode estudar.

Gustavo Bernardo

Sumário sintetizado

Parte 1 Antecedentes da perspectiva cética (a primeira fase)
1. Um ensaio de 1861 e os contos de 1862 a 1871
2. Os contos e primeiros romances de 1862 1 1878
3. Personagens problemáticos: precursores dos céticos
4. Os contos re-elaborados: adequação do ponto de vista narrativo ao ponto de vista cético

Parte 2 A perspectiva cética (a segunda fase)
5. Memórias Póstumas de Brás Cubas
5.1. A condição de defunto-autor
5.2. O delírio
5.3. Da perspectiva ingênua à perspectiva cética
5.4. A zetesis de Brás Cubas

6. Dom Casmurro
6.1. A condição casmurra
6.2. A ópera
6.3. Perspectiva ingênua versus perspectiva estratégica
6.4. A zetesis e epoche de Bento Santiago

7. O Conselheiro Aires e o seu Memorial
7.1. A condição de observador
7.2. A zetesis de Aires
7.3. Aires e Pirro: ataraxia alcançada
7.4. O significado de Aires na obra machadiana
 
Também compraram este produto
Clientes que compraram este produto, também compraram:
     Literatura e ceticismo   Literatura e ceticismo
     A ficção cética   A ficção cética
     A história do diabo - 3ª edição   A história do diabo - 3ª edição
 
Últimos Produtos Visitados
Literatura e ceticismo
Literatura e ceticismo
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail